Loading
João Petry

Por que os pombos vivem nas cidades?

A partir das primeiras interações humanas com aves da espécie, os pombos se transformaram e se adaptaram à comida oferecida em locais urbanos. Criados, em cativeiro, usados como fonte de proteína, de coleção e até mesmo como instrumento de localização em grandes navegações, os pombos evoluíram para a versão que conhecemos hoje, e se espalharam em diferentes cidades do mundo.

As grandes cidades se tornaram um local excelente para que os pombos então encontrassem abrigo, e principalmente muita comida – diferente de pássaros comuns, que se alimentam de frutas, insetos e sements, os pombos encontram no lixo os restos que deixamos para trás. 

Com as perfeitas condições para sua sobrevivência, se reproduzem rapidamente, o que os tornou chamadas “pragas urbanas”, interagindo com o ser humano diariamente. 

Onde os pombos se escondem?

Elizabeth Carlen estuda a evolução de pombos urbanos na Universidade Fordham, em Nova York, e explicou um pouco melhor isso em entrevista: “os pombos são naturalmente moradores de penhascos, e os prédios altos fazem um excelente trabalho imitando essas formações naturais. Especialmente os revestimentos ornamentados, os peitoris de janelas e as unidades de ar-condicionado, que oferecem poleiros fantásticos para os animais”.

Leia mais.

Os pombos então costumam morar em edificações onde costumam fazer seus ninhos em telhados, forros, caixas de ar condicionado, torres de igrejas e marquises. Causam prejuízos por danificar as estruturas dos prédios.

Quais os riscos de não realizar o controle destes animais?

Como dificilmente são caçados por outros animais, sua população cresce muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema de saúde, pois, podem causar várias doenças graves que podem levar à morte ou deixar seqüela, destacando-se:

salmonelose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pela ingestão de alimentos contaminados com fezes animais;

criptococose: doença provocada por fungos que vivem no solo, em frutas secas e cereais e nas árvores; e isolado nos excrementos de aves, principalmente pombos;

histoplasmose: doença provocada por fungos que se proliferam nas fezes de aves e morcegos. A contaminação ao homem ocorre pela inalação dos esporos (células reprodutoras do fungo);

ornitose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pelo contato com aves portadoras da bactéria ou com seus dejetos;

meningite: inflamação das membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.

Leia mais.

Como a Dedetizadora Matinseto realiza o controle?

É muito importante para nossa saúde controlar a população desses animais na comunidade, fazendo com que eles procurem locais mais adequados para viver, com alimentação correta e longe dos perigos das cidades. Um pombo na cidade vive em média 4 anos, enquanto que em seu ambiente natural pode viver até 15 anos. (Leia mais)

A Dedetizadora Matinseto possui mais de 20 anos de experiência no controle de pragas urbanas, como os pombos. 

O serviço de controle é realizado por nossos funcionários com a devida segurança (equipamentos de segurança são obrigatórios), e tem como objetivo remover os locais de procriação dos pombos já instalados. Geralmente realizamos em telhados, rufos, calhas, cuminheiras, vigas, chaminés, e outras construções altas preferidas pelas aves.

Realizamos a limpeza dos locais infestados, a raspagem das fezes e dos ninhos. Em seguida, o local de acesso dos pombos é fechado com telas e gel repelente atóxico, que os impede de pousar e entrar novamente nos locais – fazendo com que os pombos percam o interesse em se alojarem na estrutura. 

O controle é 100% garantido, e já realizamos este tipo de serviço em todos os tipos de construções urbanas, como casas, barracões, prédios, grandes empresas, condomínios, entre outros.

Realizamos o orçamento grátis no local, se necessário.

Em caso de maiores dúvidas, entre em contato e ficaremos felizes em orientar da melhor forma para evitar a infestação de pombos em áreas de convívio humano.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp chat